Ir para o conteúdo

Prefeitura de Votorantim e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Votorantim
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Whatsapp
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
18
18 MAI 2022
Pacientes lembram dia da luta antimanicomial com caminhada e Sarau
enviar para um amigo
receba notícias
Mais de 40 pessoas estavam presentes, entre elas, os pacientes das duas residências terapêuticas de Votorantim
Pacientes e funcionários do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) promoveram nesta quarta-feira (dia 18 de maio) uma caminhada em conscientização ao dia da luta antimanicomial. O grupo saiu da unidade do Caps-II, localizado na rua Adolfo Campione, número 97, e seguiu até a frente Prefeitura Municipal de Votorantim.
Ao chegar ao Paço Municipal, houve um sarau, os pacientes cantaram músicas, recitaram poemas e vibraram juntos com a música ao vivo disponibilizada pela Secretaria da Cultura (Secult).

Mais de 40 pessoas estavam presentes, entre elas, os pacientes das duas residências terapêuticas, os pacientes do Caps-AD (Álcool e outras drogas), do Caps II (adultos), do Caps-IJ (Infanto-juvenil) e os funcionários das unidades.
Segunda a psicóloga do Caps Carina Aparecida Cardoso Flora, de 42 anos, é de extrema importância a conscientização. “É importante conscientizar a população, não só os funcionários, sobre a humanização e o tratamento digno para os pacientes que fazem tratamento psiquiátrico e ou psicológico e os direitos deles na sociedade”, diz.

O dia 18 de maio é em memória ao tempo de abuso e sofrimento dos pacientes psiquiátricos, um dia de conscientização e de luta, para que não haja retrocesso aos manicômios e que sejam instaurados mais programas humanitários de atendimento e tratamento.
Segundo a secretária de Saúde (Sesa), Izilda Maris Chiozzotto de Moraes, “18 de maio é um marco de conquista para as pessoas que têm algum transtorno de saúde mental. A gente comemora o fechamento ou, então, a implantação de serviços que acolhem estas pessoas que precisam dos tratamentos, mas não de internações”, disse.
Atualmente, Votorantim conta com duas residências terapêuticas e três unidades do Caps voltados para públicos diferentes, abrangendo toda a população.
 
Autor: Thais Verderamis, programa de estágio, sob supervisão de Marcel Stefano
Seta
Versão do Sistema: 3.2.5 - 03/08/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia