Ir para o conteúdo

Prefeitura de Votorantim e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Votorantim
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Whatsapp
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
16
16 AGO 2022
Praça Robson Pereira da Silva e escadaria Vila Amorim/Votocel são revitalizadas
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO
O serviço foi iniciado na semana passada e deve ser finalizado até o fim da semana
O projeto Elas e a Cidade revitalizou a praça Robson Pereira da Silva localizada na rua Francisco Antônio Amorim e a escadaria que liga a Vila Amorim ao bairro Votocel. O serviço foi iniciado na semana passada e deve ser finalizado até o fim da semana. 
As mulheres pintaram os bancos da praça com uma nova demão de tinta amarela, dando vida ao local. Pintaram as árvores (com cal, na cor branca), renovaram a pintura dos guarda corpos da praça até os guarda corpos e corrimão da escadaria em tom de verde e pintaram a escada de branco para destacar os degraus.

Projeto Elas e a Cidade
O projeto Elas e a Cidade teve início no dia 6 de dezembro de 2021. Com oito meses de andamento, houve diversas mudanças pela cidade e na vida de cada uma das mulheres que atuam na revitalização de Votorantim.
Segundo a Ana Cláudia Pimentel Miranda, de 29 anos, que está no projeto desde o início, estava difícil conseguir emprego, principalmente por ter filhos pequenos. “Eu fazia bico de auxiliar de cozinha e estava desempregada”, conta. Depois de entrar no projeto, ela conta que teve sua vida mudada. “Mudou bastante coisa. Agora eu tenho mais autonomia, tenho meu dinheiro, posso fazer as minhas coisas”, explica.
Andreia Borini, de 45 anos estava costurando máscaras na pandemia para conseguir renda, até entrar no projeto. “É uma boa oportunidade profissional, principalmente na minha faixa etária, um pouco mais velha, é mais difícil conseguir emprego”, afirma.
Andrea Rosa de Jesus, de 46 anos adentrou o grupo recentemente, há 25 dias, mas já está gostando do serviço e da companhia das meninas.
Autor: Thaís Verderamis, do programa de estágio, sob supervisão de Marcel Stefano
Seta
Versão do Sistema: 3.2.6 - 05/09/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia