Ir para o conteúdo

Prefeitura de Votorantim e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Votorantim
Acompanhe-nos:
Rede Social Instagram
Rede Social Facebook
Rede Social Whatsapp
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
09
09 SET 2022
Interdição de vias deve seguir exigências de Resolução de 2013
enviar para um amigo
receba notícias
Com o último trimestre se aproximando, e assim também, as festas de fim de ano e em pleno período eleitoral, a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) de Votorantim informa que alguns procedimentos são necessários para solicitar a interdição de ruas e locais onde essas festas possam ser feitas. Esses procedimentos necessários, segundo o secretário Alfredo Pissinato Júnior, são regulamentados pela Resolução 005, de 2013. 

A Resolução prevê que todo cidadão que queira interditar alguma via, para a realização de algum evento, deve elaborar um requerimento endereçado ao secretário da Semob, informando o motivo da solicitação de interdição, a data, o horário e o local, detalhando os respectivos trechos. Além disso, deve informar os dados do solicitante e assinar a responsabilidade pela execução da obra, evento ou serviço, bem como, apresentar um croqui de localização, informando o trecho a ser interditado e também apresentar um número estimado de participantes.

“Vale ressaltar que a autorização prévia de que trata a Resolução 005/2013 não desobriga os interessados em comunicar outros órgãos públicos, em especial, aqueles aos quais incumbe a segurança e a saúde pública da população”, complementa Pissinato.

Segundo o secretário de Mobilidade Urbana, a questão da interdição de vias também se ampara no artigo 95 do Código de Trânsito Brasileiro. “Nenhuma obra ou evento que possa perturbar ou interromper a livre circulação de veículos e pedestres, ou colocar em risco sua segurança, será iniciada sem permissão prévia do órgão ou entidade de trânsito com circunscrição sobre a via”, diz o responsável pela pasta. Ele acrescenta que, de acordo com a legislação vigente, a obrigação de sinalizar é do responsável pela execução ou manutenção da obra ou do evento e que, em boa parte dos casos, a Semob auxilia emprestando cones de sinalização. 

Caso as normas previstas não sejam exigidas pelo servidor público, a lei prevê responsabilização e multa diária na base de 50% do dia de vencimento ou remuneração devida enquanto permanecer a irregularidade.

Termo de responsabilidade

Outra exigência da Resolução é que a pessoa interessada em requerer a interdição da via assine um termo de responsabilidade se tornando o responsável legal pelo evento e pela sinalização. Para solicitar a interdição, a Semob pede que se faça o pedido com no mínimo de 10 dias úteis de antecedência, para a viabilização administrativa e operacional.
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia